Vasco Cordeiro destaca investimento que garante melhorias na operacionalidade e rentabilidade dos portos da Região

Os investimentos que têm permitido melhorar as infraestruturas portuárias, dinamizar a circulação de bens e, por consequência, reforçar a Coesão, estiveram em destaque na deslocação de Vasco Cordeiro à Ilha de Santa Maria:  “Esse reforço de investimento na qualificação de infraestruturas é algo que nós temos que prosseguir, na próxima legislatura, quer em relação à reparação dos estragos provocados pelo Lorenzo, quer para favorecer o desenvolvimento de cada uma das ilhas”.

O Presidente do PS/Açores, e candidato à presidência do Governo, esteve, na manhã desta quinta-feira, no Porto de Vila do Porto, onde falou sobre o projeto da Portos dos Açores para esta infraestrutura  e destacou “a importância que este investimento tem, não apenas enquanto porta de entrada de mercadorias e também de passageiros”, mas também a mais-valia que representa “para projetos futuros aqui, na ilha de Santa Maria, alguns dos quais, relacionados com o Espaço”.

Vasco Cordeiro sublinhou ainda que para os Governos do Partido Socialista “a valorização” das infraestruturas, dos equipamentos e dos recursos humanos,  é “uma constante”, como exemplifica este investimento em Santa Maria, “com equipamentos que permitem melhorar a operacionalidade e a rentabilidade deste porto, e por outro lado, com a própria afetação de um piloto de barra aqui para este porto”.

O “reforço de investimento na qualificação de infraestruturas é algo que nós temos que prosseguir na próxima legislatura”, assegurou o Presidente do PS/Açores, realçando que estas são medidas que permitem concretizar “a Coesão, ou seja, a ideia de criar as condições que podem favorecer o desenvolvimento de cada uma das ilhas”.

Vasco Cordeiro garantiu, também, que “são os objetivos da próxima legislatura” reforçar “os investimentos em termos de infraestruturas que servem a população, sejam elas a este nível, seja ao nível de escolas, da educação, da saúde, no fundo, infraestruturas que promovidas por entidades públicas vão beneficiar cada um dos cidadãos das nossas ilhas”. E, acrescentou, o reforço desse investimento “acaba por ser fundamental, também, para dar condições, desde logo à economia privada, para o seu desenvolvimento”.

foto/DR

AExpresso