• Qua. Jan 27th, 2021

Açores Expresso

Editor / Diretor: João Edgardo Vieira

Top Tags

O dilúvio foi embora e levou com ele mais dois pontos, Benfica empata nos Açores e é alcançado pelo FC Porto

Byadmin

Jan 4, 2021

Depois de o jogo ter sido adiado, uma partida marcada pelo temporal de ontem, que deixou o relvado do estádio de São Miguel em mau estado, o Benfica adiantou-se por Darwin Nuñez, aos 33 minutos, mas Fábio Cardoso empatou aos 60.

Com o empate, o Benfica atrasa-se na luta pelo primeiro lugar do campeonato, somando 28 pontos, os mesmos de FC Porto e menos quatro do que o Sporting, que lidera o campeonato.

O Santa Clara – Benfica, da 12ª. jornada da I Liga de futebol, foi disputado em dois dias, devido às más condições meteorológicas que tornaram o relvado do estádio de São Miguel impraticável no domingo.

Hoje, o temporal acalmou, e apesar do muito vento, a chuva abrandou. Nada comparável com o dia anterior, quando ainda foi possível jogar cinco minutos, antes de a partida ter sido suspensa.

Na retoma do jogo, ao longo da primeira parte, o Benfica assumiu o domínio da posse de bola, mas teve dificuldades em penetrar na linha defensiva do Santa Clara. O conjunto açoriano apresentava o bloco muito junto e dificultava o último passe da equipa de Jorge Jesus.

Aos 33 minutos, a formação da Luz aproveitou a única de desorganização defensiva até então do conjunto açoriano. Rafa tabelou com Waldschmidt, que assistiu Darwin e o uruguaio não facilitou na cara de Marco. Um excelente desenho do ataque açoriano, a inaugurar o marcador com nota artística.

Com o golo marcado, o Benfica ficou mais tranquilo no encontro e passou a controlar a posse de bola no meio campo contrário. Aos 36, Waldschmidt, sozinho na área, atirou ao lado, ficando muito próximo de fazer o segundo golo do jogo.

Por outro lado, o Santa Clara ficou mais ansioso a partir do momento em que ficou em desvantagem. Apesar de procurar lançar o contra-ataque quando havia espaço, a equipa açoriana não conseguiu criar oportunidades de golo.

O único lance de perigo da equipa de Daniel Ramos na primeira parte foi criado no dia anterior, no meio do temporal. Naqueles cinco minutos iniciais, Lincoln rematou forte e obrigou Vlachodimos a uma defesa atenta.

Na segunda parte, o Santa Clara não teve receio em assumir a despesa do encontro e instalou-se no meio campo contrário. O Benfica lutava para manter o rigor defensivo, mas ficava na expectativa perante a iniciativa da equipa açoriana.

A estratégia do Santa Clara iria ser recompensada aos 60 minutos, com o golo do empate. Após um cruzamento largo para a área, Cryzan rematou de forma acrobática, a bola sobrou para Fábio Cardoso que cabeceou para o golo do empate.

Empatado, o jogo tornou-se equilibrado e mais desorganizado, com a bola a viajar com facilidade de uma área para a outra. Com o perigo a rondar as balizas, ambas defesas lutaram para afastar o perigo da sua área.

Com o jogo a caminhar para o fim, o Benfica procurou forçar o golo e instalou-se no meio campo contrário. O Santa Clara, recuado, lutou para travar as várias iniciativas benfiquistas, uma luta bem-sucedida uma vez que o marcador não sofreu alterações até ao final do encontro.

foto/ DR

Lusa/ AExpresso