• Qua. Jan 27th, 2021

Açores Expresso

Editor / Diretor: João Edgardo Vieira

Top Tags

2021, a desejar por 2022 – Sónia Nicolau

Byadmin

Jan 7, 2021

Depois de um ano como o de 2020, qualquer previsão para 2021 é um difícil e imaginativo exercício, estando, porém, no centro estratégico e político, a resposta do Governo às dificuldades que vivemos.

Centro das decisões políticas

Mais do que previsões suportadas em dados económicos, na robustez das famílias, no dinamismo empresarial e no mercado de trabalho, o ano de 2021, terá muito de 2020, onde já ganhamos tempo à conta da existência da vacina. Mas, é a partir do centro das decisões políticas que se devem criar respostas robustas e volumosas. Tendo 2021 muito de 2020, o primeiro semestre deste ano tenderá a ser mais agreste do que os períodos do ano anterior. Pelo que, as medidas políticas de apoio às famílias e à economia não podem tardar, devendo-se ir para além das prorrogações de medidas, sendo que a este propósito é incompreensível que a medida APOIAR.PT Açores, embora aprovada em Conselho de Governo a 24 de dezembro, esteja ainda por abrir.

Os “Três Governos”

O Governo do PSD, o Governo do CDS-PP e o Governo do PPM, os “três reis” do XIII Governo é o maior da Autonomia Açoriana, o mais oneroso e o com o maior número de familiares nomeados entre membros do governo, partidos e parlamentares. É certo que a constituição deste Governo é uma opção política legítima, não dispensa, porém, a crítica desde logo por, nesta matéria, ultrapassarem todos os anteriores governos. O que se espera é o foco na sua missão que são as famílias Açorianas, todas as famílias, e a pandemia não pode ser um entrave às decisões políticas que se exigem e já tardam.

Sindicatos, Associações e Câmaras do Comércio

Espera-se que sejam forças de equilíbrio, para a justa distribuição de riqueza, a valorização do rendimento e novas abordagens face ao regime de teletrabalho e uma administração pública mais célere e digital.

Oposição

O BE e o PAN, tudo farão para marcar o panorama político regional – têm protagonistas à altura. A IL sabe bem que a sua sobrevivência política exige jogo político constante e o “CHEGA!”… é oposição?

Partido Socialista Açores

O rumo novo do PS/Açores deve ser para os socialistas uma missão em 2021, para que possa ser (novamente) uma resposta de Governo para os Açorianos. Os partidos são pessoas e um projeto político, representados por um líder escolhido pelo voto dos militantes, esperando que em 2021 se dê as boas-vindas aos simpatizantes neste, também, importante processo. Trata-se assim, de em 2021, reafirmar o PS/Açores, o seu calendário, a sua estratégia, enquanto projeto político para os Açorianos, pronto a ser executado, quando estes assim o desejarem, isto perante a ausência de novas soluções e a presença de prorrogações do XIII Governo.

Um excelente ano de 2021 com saúde para os prezados leitores!

foto/JEdgardo

Sónia Nicolau