• Seg. Out 18th, 2021

Açores Expresso

Editor / Diretor: João Edgardo Vieira

Top Tags

Isabel Almeida Rodrigues considera insuficiente a abordagem da estratégia europeia de mobilidade sustentável quanto às RUP

Byadmin

Set 2, 2021

A deputada do Partido Socialista dos Açores à Assembleia da República, Isabel Almeida Rodrigues, considerou, esta terça-feira, ser insuficiente a abordagem feita em matéria de estratégia de mobilidade sustentável e inteligente, em regiões que são simultaneamente ultraperiféricas e arquipelágicas.

Para a Socialista, que interpelava a Comissária Europeia dos Transportes, Adina Valean, no âmbito da Comissão de Assuntos Europeus, o objetivo anunciado pela Comissão Europeia, em dezembro do ano passado, visava reconhecer “a importância das ligações de transportes públicos para as regiões ultraperiféricas e ilhas”, destacando, nessa medida, que abordagem colocada em prática “é, manifestamente, insuficiente”.

“Aliás, na sua reunião de junho, quando o Conselho aprovou as suas conclusões sobre a estratégia, recomendou à Comissão a necessária participação dos Estados membros e das ilhas na concretização dos esforços com vista à execução da estratégia”, relembrou ainda a Socialista.

Para Isabel Almeida Rodrigues, e nesta matéria, importa ainda mencionar a grande dependência do transporte aéreo nas ligações dentro destas regiões e para as ligações ao continente europeu.

“O transporte aéreo serve pessoas que se deslocam em trabalho, estudantes, doentes, em itinerários onde o transporte marítimo não pode ser considerado uma alternativa adequada. Serve, também, por exemplo no caso dos Açores, para a exportação de bens rapidamente perecíveis como é o caso do pescado, com peso relevante na economia regional”, afirmou.

Assim, a deputada do PS/Açores defendeu a necessidade de se saber qual a visão da Comissão sobre esta matéria, atendendo a que na referida comunicação é ainda proposto “a imposição de restrições às obrigações de serviço público em voos de curta distância, onde existam alternativas adequadas”.

Na ocasião, Isabel Almeida Rodrigues relevou também o investimento necessário que se coloca, apesar de não ser para o futuro imediato, com a transição para uma mobilidade mais sustentável, designadamente no que respeita a navios e aeronaves de emissões zero.

foto/ DR

AExpresso