• Seg. Out 18th, 2021

Açores Expresso

Editor / Diretor: João Edgardo Vieira

Top Tags

Detenção de 03 indivíduos, por vários crimes, incluindo tráfico de estupefacientes e branqueamento de capitais, em Ponta Delgada

Byadmin

Set 3, 2021

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através da Esquadra de Investigação Criminal, ultimou, recentemente, diligências de investigação que culminaram na acusação de 3 arguidos, no concelho de Ponta Delgada, indiciados da prática dos crimes de tráfico de estupefaciente, branqueamento de capitais, furto qualificado e condução sem habilitação legal.

Decorrente de diligências investigatórias a cargo da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Ponta Delgada, as quais decorreram a coberto de um inquérito-crime, dirigido pelo Ministério Público de Ponta Delgada, foi possível reunir vários elementos probatórios que apontam um dos arguidos enquanto autor de 4 furtos qualificados, ocorridos em diferentes locais do concelho de Ponta Delgada, concretamente no interior de residências particulares.

No decurso das diligências efetuadas pelos Investigadores da PSP foi, também, possível recolher fortes indícios de que o arguido, para além dos vários assaltados às residências, se dedicava, em comunhão de esforços com um outro arguido, ao tráfico de estupefacientes, sendo tais suspeitas totalmente sustentadas aquando da realização de duas operações policiais distintas que permitiram a detenção de ambos os arguidos e na apreensão de 1354 doses de haxixe e 30 doses de liamba. Ainda relacionado com o tráfico de estupefaciente desenvolvido pelos arguidos procedeu-se à apreensão de cerca de 13.810 euros e 2 viaturas automóveis por haver fortes indícios de se correlacionarem com a atividade desenvolvida pela rede criminosa.

No seguimento das diligências processuais levadas a cabo pela PSP sob a direção do Ministério Público de Ponta Delgada foram, ainda, recolhidos elementos probatórios consistentes que implicam o principal arguido do processo na prática de 2 crimes de branqueamento de capitais, em coautoria com outros dois suspeitos.

O principal visado na investigação, após ter sido detido pela PSP, encontra-se a aguardar julgamento em prisão preventiva, tratando-se de um arguido já reincidente na prática de vários crimes contra o património.

foto/ DR

AExpresso