Diretor Regional do Desenvolvimento Rural considera positiva a intenção da Comissão Europeia de aumentar em 40% valor dos auxílios aos agricultores

Governo Regional
Foto/DR

O Diretor Regional do Desenvolvimento Rural considerou que a intenção da Comissão Europeia de aumentar o limite máximo dos denominados auxílios ‘de minimis’ para os apoios estatais é muito positiva para os agricultores nos Açores.

“O Governo dos Açores vê com muito bons olhos esta proposta da Comissão Europeia de aumentar o ‘de minimis’ de 15 para 25 mil euros”, afirmou Fernando Sousa, salientando que está em causa um aumento de 40% do montante até agora permitido.

A Comissão Europeia propõe aumentar o limite do montante máximo dos auxílios estatais que os Estados Membros podem distribuir sem notificação prévia de 15 mil euros para 25 mil euros, ao longo de três anos, por exploração agrícola.

Fernando Sousa frisou que esta proposta da Comissão Europeia permite aos agricultores, no âmbito dos apoios regionais que lhes são atribuídos diretamente, não ficarem prejudicados por atingirem o seu limite do ‘de minimis’.

Até agora, a regra dos “de minimis” impedia que um produtor tivesse ajudas de Estado em três anos consecutivos superiores a 15 mil euros, valor que agora sobe para 25 mil euros com esta nova proposta da Comissão Europeia.

Fernando Sousa salientou a importância deste aumento, considerando que permitirá que menos agricultores fiquem penalizados devido a esta regra comunitária.

GaCS/AçoresExpresso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.