Governo Regional lança concurso público para corte, reflorestação e venda de madeira na ilha Terceira

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direção Regional dos Recursos Florestais, publicou hoje em Diário da República o concurso público internacional para o corte, reflorestação e venda de madeira na ilha Terceira, numa área superior a 30 hectares, pelo preço base de 284 mil euros.

As áreas lançadas a concurso estão localizadas no Núcleo Florestal da Serra das Quatro Ribeiras e no Núcleo Florestal da Serra de Santa Bárbara.

Estas áreas foram sujeitas ao Regime Florestal há mais de 50 anos e serão alvo de reordenamento florestal no âmbito da exploração, como medida de gestão dos povoamentos florestais.

O período de exploração desta área, composta maioritariamente pela espécie Cryptomeria Japónica, será de três anos para dar estabilidade à empresa ou empresas vencedoras do concurso.

O Governo dos Açores iniciou em 2014 a gestão ativa das áreas florestais que tem sob sua responsabilidade, através da seleção de áreas para corte e da definição de um conjunto de operações e normativos a atender na sua exploração.

Estas opções, que se consubstanciam num Plano de Gestão Florestal e que levam ao reordenamento florestal das áreas exploradas, visam também o rejuvenescimento da floresta pública, com respeito pelos valores naturais que lhe estão associados e tendo o cuidado de minimizar os impactos muitas vezes associados a este tipo de ações.

Com esta medida, o Governo dos Açores procura potenciar o surgimento de novos negócios na área da transformação e inovação associadas à fileira da madeira, e contribuir para o aumento das exportações.

 

AExpresso Online