Governo Regional dos Açores prevê a criação de 525 postos de trabalho na ilha Terceira

O presidente do Governo dos Açores anunciou ontem que, no âmbito da “nova fase” da economia açoriana, foram apresentadas 220 candidaturas privadas na ilha Terceira, no total de 90 milhões de euros, esperando que sejam criados 525 postos de trabalho.

Vasco Cordeiro referiu, na apresentação do projeto de recuperação de um imóvel do século XVIII para conversão num hotel boutique de quatro estrelas em Angra do Heroísmo, que esta dinâmica económica se prende com o setor turístico, mas também com outros indicadores que “evidenciam crescimento” em termos comparativos com os recentes anos de recessão a que se assistiu na região, no país e no mundo.

Apesar disto, o chefe do executivo regional alertou para a necessidade de “não se menosprezar” o “clima de confiança” económico que se vive na Região, admitindo que existem ainda, contudo, desafios que necessitam de ser ultrapassados.

Vasco Cordeiro entende que existe a necessidade de “ter a consciência de que continuam a existir desafios que necessitam de ser ultrapassados”, havendo que consolidar o processo de crescimento.

O hotel que vai ser construído por um empresário da ilha Terceira, já ligado à restauração, representa um investimento de 5,7 milhões de euros, sendo que irá beneficiar de uma comparticipação de fundos comunitários de 3,7 milhões, no âmbito do Programa Operacional Açores 2020.

 

AExpresso Online