Alexandre Gaudêncio Presidente do PSD/A regista preocupações da lavoura micaelense

O presidente do PSD/A reuniu com a direção da Associação Agrícola de São Miguel para “registar as preocupações” da lavoura micaelense, de modo a efetuar um “trabalho de colaboração” na procura de soluções para os desafios do setor.

No encontro, que se destinou à apresentação de cumprimentos do líder social-democrata à Associação Agrícola de São Miguel, foi dada nota da “relevância do setor agrícola e da responsabilidade dos parceiros sociais na construção de novas políticas, de modo a dar resposta aos novos problemas e desafios futuros do setor”.
“A disponibilidade para desenvolver um trabalho com a colaboração de todos é fundamental para procurar medidas eficazes a favor dos agricultores”, afirmou.
Na reunião foram abordadas preocupações como a insuficiência de verbas no Plano e Orçamento da Região de 2019 para o investimento público em infraestruturas essenciais ao setor agrícola, as limitações já evidentes na execução do PRORURAL que impedem a modernização, além da falta de um calendário de compromisso no pagamento das ajudas prometidas pelo governo aos agricultores.
O presidente do PSD/Açores analisou ainda com os dirigentes da Associação Agrícola de São Miguel as consequências da seca no inverno que se aproxima, bem como os desafios da formação profissional no setor, como forma de facilitar o uso de novas técnicas e tecnologias pelos agricultores e pelos trabalhadores agrícolas.
A inovação e o acesso a novos mercados que paguem melhor os produtos dos Açores – melhorando o rendimento dos agricultores – e as negociações do próximo quadro comunitário de apoio da União Europeia foram outros dos temas abordados no encontro.
Alexandre Gaudêncio deixou a garantia de que estas questões serão tidas em conta em iniciativas futuras do PSD/Açores para o desenvolvimento da Agricultura, visando sempre que no setor “se crie mais valor e alcance uma melhor distribuição dos rendimentos para os agricultores”.
AExpresso Online