Assunção Cristas diz que Governo deve indemnizar já famílias das vítimas de acidente de Borba

A líder do CDS, Assunção Cristas, defendeu hoje que o Governo deve indemnizar já as famílias das vítimas no acidente na pedreira de Borba (Évora), podendo “eventualmente ser ressarcido” quando forem apuradas as responsabilidades sobre o caso.

“O Estado deve dar o exemplo. O Governo deve chegar-se à frente e indemnizar já as famílias. Depois, apurando-se as responsabilidades, eventualmente pode vir a ser ressarcido, pelo menos em parte. Não me parece que as pessoas que perderam familiares nesta tragédia, associada a uma falha grave do Estado, possam ficar à espera de apuramentos que demoram normalmente muito tempo”, afirmou Assunção Cristas, em declarações aos jornalistas, no Porto, à margem de uma cerimónia de homenagem a Adelino Amaro da Costa, um dos fundadores do CDS que morreu há 38 anos na queda de um avião em Camarate.

A presidente do CDS admitiu que a indemnização “não traz os familiares” mortos de volta, mas sustenta que as pessoas “devem, ao menos, sentir o respeito e um conforto do Estado que reconhece que houve uma falha”.

 

 

Lusa/AExpresso Online