Diretor Regional da Saúde anuncia, 650 consultas por semana disponíveis para fazer face à gripe

O Diretor Regional da Saúde anunciou hoje, em Ponta Delgada, que, a partir desta segunda-feira, os Centros de Saúde de São Miguel disponibilizam 650 consultas adicionais por semana para fazer face ao período da gripe.

“Começamos por São Miguel, por ser a ilha de maior densidade populacional e de maior afluência às urgências, de seguida iremos contatar as restantes unidades de saúde da Região para acionar os planos de contingência para a assistência à população”, acrescentou Tiago Lopes, que esteve hoje reunido com os conselhos de Administração do Hospital do Divino Espírito Santo (HDES) e da Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel para se inteirar da afluência de utentes nas últimas semanas aos cuidados de saúde primários.

“No final da semana passada houve uma maior afluência no Serviço de Urgência do HDES, com 320 a 330 atendimentos por dia, mas sem se verificar ainda um aumento de casos de gripe”, revelou o Diretor Regional.

Tiago Lopes adiantou que, numa primeira fase, os horários de atendimento vão manter-se e só em caso de necessidade é que serão alargados.

O pico da gripe verifica-se nos Açores três semanas depois de ocorrer no território continental, onde já se regista uma maior afluência nas urgências devido aos sintomas gripais.

Em dezembro, a Direção Regional de Saúde e a Proteção Civil dos Açores lançaram uma campanha para alertar para a importância da vacinação e da utilização da Linha de Saúde Açores – 808 24 60 24, antes do recurso às urgências.

“Aquilo que se regista tradicionalmente é o avolumar de idas às urgências com casos que não são urgentes, e que se traduzem em mais de 60% dos atendimentos, o que torna os tempos de espera mais prolongados e proporciona o contágio da própria gripe”, alertou o Diretor Regional, que apelou à população para recorrer aos centros de saúde antes de se dirigirem às urgências.

Para facilitar os agendamentos de consultas encaminhadas pela Linha de Saúde Açores, a Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel (USISM) irá criar um ‘call center’ para receber as chamadas.

“O Conselho de Administração da USISM esteve a tomar diligências para destacar técnicos para proceder à marcação de consultas e evitar que os utentes se dirijam ao serviço de urgência”, afirmou Tiago Lopes.

No que se refere à vacinação, a Região disponibilizou este ano 25.500 vacinas para os grupos de risco, sendo que a taxa de vacinação atingiu 47,5%, havendo ainda vacinas disponíveis.

Além de reiterar a importância da vacinação, o Diretor Regional salientou as medidas de precaução individual para evitar o contágio.

Os conselhos da Direção Regional de Saúde passam por adequar a roupa à temperatura exterior, evitar tossir ou espirrar sobre outras pessoas, promover a higienização das mãos e evitar os aglomerados nas urgências.

 

foto/DR

AExpresso Online