Benfica arrasa Sporting em Alvalade 2-4

Desporto Nacional

O Benfica em Alvalade, atirou as hipóteses de título do Sporting para bem longe e abriu uma ferida no rival: vislumbraram-se, aqui e ali, lenços brancos, daqueles que entre adeptos leoninos ficaram até ao fim.

O dérbi teve seis golos, casos como sempre, mas praticamente acabou aos 74 minutos. Mais ou menos ao mesmo tempo que João Félix, uma das figuras deste jogo, saía do relvado, saíam adeptos do Sporting das bancadas.

Tinham percebido que o dérbi, a dúvida do vencedor, tinha ficado ali, naquele penálti convertido por Pizzi, mesmo que, mais à frente, Bas Dost tivesse encurtado a diferença do marcador, mas não as outras: e nessas, nas outras todas, o Benfica foi melhor. Bem melhor do que o rival, neste domingo. O 304.º dérbi da história foi vermelho em todos os aspetos.

Coloquemos as coisas como elas são. Em Alvalade, durante algum tempo, pensou-se que o resultado podia avolumar e muito para o lado encarnado. A partir da altura em que esteve em vantagem, o Benfica controlou quase sempre o Sporting, pressionou bem quando o leão tinha a bola e lançou-se a ele em transição.

Quando Samaris perdeu a bola, Nani recuperou-a e lançou Bruno Fernandes, Alvalade encheu o pé com o camisola 8 e atirou com toda a força para o fundo das redes de Vlachodimos. Habituados às emoções dos dérbis, afinal só por 16 vezes existiram 0-0 na história, os adeptos do Sporting iam, apesar de tudo, com esperança para o intervalo por causa do 2-1.

Entre o 3-1 de Rúben Dias e o 4-1 de Pizzi houve mais emoção, Jardel desperdiçou uma ocasião na área de Renan, mas o Sporting conseguia ter agora uma arma para contrariar o rival: a rapidez de Diaby. O 23 dos leões passou várias vezes por André Almeida e até sairia como um dos melhores dos leões, porém, o 4-1, depois de Raphinha atirar ao poste, foi golpe duro de mais para o Sporting.

Entretanto, o tal Diaby continuava a tentar equilibrar o dérbi em campo e quando Soares Dias recorreu ao VAR para assinalar penálti, o Sporting e os que ficaram foram recompensados com um golo e um resultado mais aproximado.

 

foto/DR

AExpresso Online