André Bradford assume que, “Defender os interesses Açorianos em Bruxelas é a prioridade das prioridades”

O candidato socialista às eleições Europeias do próximo dia 26 de maio assumiu que a “prioridade das prioridades” é “defender os interesses estruturais dos Açores em Bruxelas”.

Falando à saída da Convenção “Somos Europa”, que reuniu cerca de um milhar de socialistas de todas as regiões do país, André Bradford defendeu ser “fundamental manter e reforçar as políticas de coesão, agrícola e de pescas a nível europeu” para “reduzir as assimetrias e combater as desigualdades entre territórios, ao mesmo tempo se valorizam as nossas maiores vocações produtivas”.

“Concretamente, defendemos a importância de reforçar os programas que, como o POSEI, atendem às nossas caraterísticas específicas enquanto Região”, explicitou.

André Bradford considera que este reforço é “fulcral”, pois permitirá “minimizar os inerentes sobrecustos de produção nos Açores, devido às condicionantes de natureza climática e geográfica, de escala e de distância dos mercados”.

O candidato às eleições Europeias do próximo dia 26 de maio garantiu que irá desenvolver uma “agenda proativa na defesa dos interesses da Região, no sentido de assegurar uma Política Agrícola Comum mais forte para o período de 2021-2027” que “dê respostas efetivas à agricultura açoriana, nomeadamente na melhoria dos rendimentos dos agricultores e na competitividade das nossas explorações, na modernização tecnológica e no rejuvenescimento do setor”.

O candidato do PS/Açores entende que “este reforço é fundamental para a promoção de uma Política de Coesão europeia sólida” e garantiu que “nunca deixará Bruxelas esquecer que os Açores são Europa”.

“É certo que tivemos recentemente vitórias assinaláveis, com o Parlamento Europeu a manter a taxa de cofinanciamento de 85% para as Regiões Ultraperiféricas no próximo Quadro Financeiro ou com o recuo da Comissão no corte previsto no âmbito das verbas do POSEI, mas é preciso continuar a lutar, até porque novos combates se avizinham como, por exemplo a batalha pelo reforço do POSEI, no sentido de discriminar positivamente as Regiões Ultraperiféricas, como é o caso dos Açores”, frisou André Bradford.

André Bradford lembrou, também, que “estas serão as primeiras eleições em que os primeiros cidadãos do século XXI terão direito a votar”, apelando aos jovens para que “participem neste ato eleitoral, reforçando a sua aposta numa Europa unida, coesa, aberta e repleta de oportunidades, com a qual eles se habituaram a conviver”.

“É com a Europa que nós encontramos as melhores respostas possíveis para o nosso futuro. Não estamos sozinhos, temos mais 26 parceiros. A história recente tem demonstrado que o Partido Socialista é o partido que melhor defende a Europa e, por isso, é aquele que em melhores condições está de defender os interesses Açorianos na Europa”, finalizou o candidato do PS/Açores, André Bradford.

 

foto/JEdgardo Vieira

AExpresso Online