Proteção Civil dos Açores reforça Rede de Comunicações Satélite utilizada em situação de catástrofe

Regional SRPCBA

O Secretário Regional da Saúde, em Ponta Delgada, quatro dos nove telefones satélite destinados às corporações de bombeiros do arquipélago, que visam reforçar a redundância da Rede Satélite da Proteção Civil dos Açores.

“Apesar das nove ilhas já se encontrarem cobertas por este sistema, este reforço traz a possibilidade das 17 corporações estarem munidas destes aparelhos, salvaguardando a redundância das comunicações em caso de acidente grave ou catástrofe que inviabilize outro tipo de comunicações”, salientou Rui Luís, que falava na entrega destes equipamentos às corporações de Ponta Delgada, Ribeira Grande, Nordeste e Povoação.

Rui Luís referiu que os nove aparelhos representam um investimento de cerca de 20 mil euros, que inclui a aquisição de bases de rede e antenas exteriores.

Dentro de duas semanas serão entregues os restantes equipamentos às corporações de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória, na Terceira, da Calheta, em São Jorge, e de São Roque do Pico e Lajes do Pico.

No total, a rede de comunicações RITERAA fica apetrechada com 21 telefones satélite, sendo que dos 12 equipamentos já existentes, três encontram-se na sede do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, dos quais um fixo na Sala de Atendimento e Gestão de Emergências e dois portáteis, que equipam as malas de operações utilizadas em situações de exceção.

“Esta distribuição salvaguarda a existência de equipamentos em todas as corporações de bombeiros, otimizando assim uma rede de comunicações, por si só, muito fiável”, sublinhou Rui Luís.

 

foto/DR

AExpresso Online