Há melhorias nos resultados alcançados pelos alunos e escolas Açorianas

O Grupo Parlamentar do PS/Açores defendeu, esta terça-feira durante o debate em plenário, que os resultados na Educação têm vindo a melhorar, que esse progresso também é reconhecido externamente e que o PS vai continuar a apostar no sucesso dos alunos Açorianos, recusando por isso o rotulo de que os Alunos e as Escolas da Região são “as piores”.

“Estamos a fazer um trabalho consistente, um trabalho que começa logo no primeiro ciclo e os progressos que estão a ser feitos são também reconhecidos por exemplo, pelo Conselho Nacional de Educação que elogiou os Açores, elogiou os nossos alunos, reconheceu que nós já atingimos metas que era suposto serem atingidas em 2020”, afirmou Sónia Nicolau.

A deputada do Grupo Parlamentar do PS/Açores condenou as críticas da oposição que, na ânsia de atacar o Governo, mete o rótulo de ‘piores’ nos alunos e nas escolas dos Açores: “O PS tem um projeto para os Açores e os senhores continuam a puxar os Açores para baixo. Como é que é possível termos uma oposição que apenas faz um discurso negativo, mesmo com resultados positivos (…) estamos mais próximos da média nacional, com melhores resultados, recuperamos lugares”.

Quanto aos resultados divulgados mais recentemente – “nos rankings de exames e não rankings de escolas”-, a parlamentar fez questão de destacar alguns exemplos que demonstram os progressos alcançados, nomeadamente no nono ano, em que os Açores subiram do lugar número 1247 para o 1047, em quatro anos: “A média está cada vez mais próxima da nacional e, em quatro anos, recuperamos 201 posições. (…) Isto é ou não é recuperar? É ou não é positivo aumentar 6% ao nível da média regional?”.

Também na prova de português, acrescentou, de 2014 para 2018 “subimos 103 posições – isto não representa nenhuma evolução?”. No ensino secundário, recordou, “todos os anos estamos a melhorar na generalidade das disciplinas”, como aconteceu com a disciplina de biologia em que os Açores passaram da posição 205 (em 2014) para 39ª. “Isto não é melhorar o desempenho dos nossos alunos, o trabalho das nossas escolas?”, insistiu Sónia Nicolau.

“Olhamos para esta lista de exames e estamos a melhorar, temos a certeza que estamos no caminho certo, mas também queremos sempre mais”, assegurou. Sónia Nicolau fez questão de “louvar e reconhecer o empenho e dedicação dos alunos, professores e famílias, espalhados pelas nove ilhas dos Açores”.

 

foto/JEdgardo Vieira

AExpresso Online