Segunda-feira, Julho 22, 2019

BE/Açores exige condições para a privatização da conserveira Santa Catarina

Política Regional

O BE vai apresentar no parlamento dos Açores uma recomendação ao Governo Regional para que inclua no caderno de encargos de privatização da conserveira Santa Catarina, em São Jorge, a manutenção da empresa na ilha e dos postos de trabalho.

“Não podemos correr o risco de, após a privatização, a fábrica ser desmantelada ou deslocalizada”, alertou António Lima, líder parlamentar do Bloco de Esquerda na Assembleia Legislativa dos Açores, em declarações aos jornalistas, durante uma visita à ilha de São Jorge.

O parlamentar diz que o seu partido discorda da privatização, mas entende que, a fazer-se, deve ficar assegurado que a fábrica irá manter-se a funcionar na ilha de São Jorge e que não serão reduzidos os postos de trabalho.

“O Bloco de Esquerda vai apresentar um projeto de resolução a recomendar isso mesmo ao Governo Regional. Que inclua no caderno de encargos da venda da empresa a manutenção dos postos de trabalho e a manutenção da fábrica na ilha de São Jorge”, insistiu.

A fábrica de conservas de Santa Catarina, atualmente propriedade da região, é um dos maiores empregadores da ilha, assegurando atualmente mais de 130 postos de trabalho.

 

foto/DR

Lusa/AExpresso Online

Nick Fairley Authentic Jersey